Arquitetura | Desenvolvimento de Projetos

Matéria para a Revista SketchUp Brasil – 02 – Clique aqui para ver a revista completa!

Depois de falarmos sobre o uso do SketchUp na Marcenaria, nesta segunda edição da revista iniciaremos uma série de matérias sobre o uso do SketchUp na Arquitetura.

Desde os primórdios da computação, softwares vêm sendo criados para facilitar o desenvolvimento de projetos arquitetônicos. No início dos anos 2000, o SketchUp chegou ao mercado e pela grande facilidade no aprendizado e agilidade na criação de modelagens 3D para arquitetura rapidamente ficou muito popular.

Reportagem: Daniel Riglione Reple

Redação: Daniel Riglione Reple

Revisão e edição: Daniel Riglione RepleMarlonn Ferreira Zanela

 

A grande maioria dos usuários deste programa, da área de arquitetura, costuma modelar nele apenas após a finalização de toda a concepção do projeto realizada em outros softwares da área, principalmente no AutoCAD, utilizando o SketchUp apenas para a apresentação e geração de material para publicidade de projetos e facilitar o entendimento dos clientes.

Entretanto, devido a sua grande facilidade, agilidade e contando com inúmeras ferramentas para as mais diversas finalidades, o SketchUp se mostra um programa completo para a utilização pelos arquitetos no desenvolvimento de projetos, desde a concepção inicial, passando pela regularização junto aos órgãos competentes, até a apresentação para clientes, com variados tipos de materiais possíveis de serem gerados.

Agora daremos algumas dicas legais para cada uma dessas etapas:

  • Concepção do Projeto

No início de um projeto, alguns dos principais pontos que influenciam diretamente no que pode ou não ser criado são as características do local onde o mesmo será implementado. Para facilitar, e muito, o entendimento, análise e determinação dessas características, temos disponível um excelente conjunto de ferramentas nativo do SketchUp, o Geolocalização (Localização), que permite importar, do Google Earth, diretamente no SketchUp uma fotografia de satélite do terreno, com mais algumas informações da área, como o relevo e a posição do Sol. Para saber mais sobre o funcionamento desta ferramenta, veja a matéria GEOLOCALIZAÇÃO, que está nesta mesma edição da Revista SketchUp Brasil.

Você pode também importar imagens que considere que irão te auxiliar na concepção do projeto, como fotografias aéreas, croquis feitos a mão e digitalizados, imagens de formas mais complexas que queira implementar no desenho, entre outras. Para importar imagens para usar de base em suas ideias basta fazer da seguinte forma: Clicar na aba Arquivo -> Selecionar Importar -> Finalizar marcando a opção Imagem.

Para conseguir trabalhar dentro das proporções corretas da imagem, utilize a ferramenta Fita Métrica (Tape Measure) para redimensionar. Clique em dois pontos da imagem em que você saiba exatamente a real distância entre eles, então digite o valor correto e tecle Enter. A ferramenta Fita métrica tem mais algumas funções que podem te auxiliar muito na modelagem, como a criação de linhas-guia, por isso, este é um item que deve ser estudado mais profundamente.

Outra ferramenta nativa bem interessante, principalmente para projetos de reformas de fachadas, é a Adaptar à Foto (Match Photo), que permite transformar uma imagem 2D (duas dimensões) em uma modelagem 3D (três dimensões), assim você pode trabalhar em suas ideias para a nova fachada tendo toda a referência da antiga.

Após o processo de modelagem, utilizando a ferramenta Adaptar à Foto, e a projeção da textura, também feita com a mesma ferramenta, obtemos um modelo 3D do elemento da fotografia, texturizado nas partes que eram aparentes na foto.

O SketchUp, por padrão, trabalha em modo de visualização livre e em perspectiva, pois o foco é a modelagem em 3D e dessa forma é muito mais natural e intuitivo de trabalharmos, mas em alguns casos precisamos fixar a câmera em posições perpendiculares à modelagem e sem o efeito de perspectiva, para isso existe o conjunto de ferramentas Exibições (Views) e a opção Projeção Paralela (Parallel Projection). Um bom exemplo de aplicação destas opções é a visualização em modo de planta ou de vista de corte, ativando o tipo de câmera como Projeção Paralela e no conjunto de ferramentas Exibições colocando na posição Alto (Top).

  • Regularização de projetos junto aos órgãos competentes (Projeto Executivo)

Os profissionais da área estão tão habituados a utilizar o AutoCAD para a criação de Projeto Executivo, que se criou uma mítica de que esta etapa do trabalho pode ser realizada exclusivamente com o referido programa. Assim, mesmo quando o profissional se sente muito mais confortável em trabalhar com o SketchUp, acaba, equivocadamente, se vendo obrigado a criar o Projeto Executivo no AutoCAD.

Ao instalar o SketchUp Pro, existe a opção de instalar juntamente um outro programa chamado LayOut, mas a grande maioria dos usuários desconhece a função deste e muitas vezes não o instala ou, se instala, acaba nem abrindo.

O LayOut é um programa complementar e totalmente integrado ao SketchUp, que abre os projetos enviados a partir do SketchUp, permitindo a inclusão de diferentes vistas em uma ou mais páginas, a escolha das escalas de cada uma das vistas, adicionar dimensões, modificar algumas características dos desenhos, inserir legendas, entre outros. No final, o projeto pode ser exportado em PDF, arquivo de imagem e arquivo do AutoCAD (DWG/DXF). Dessa forma, o profissional pode economizar muito tempo e dinheiro, pois, uma vez adquirido o SketchUp Pro, o LayOut já está incluso e assim não se faz necessária a aquisição de outro programa para a criação do Projeto Executivo.

Uma ferramenta que pode agilizar muito a criação de cenas de planta baixa e vistas de cortes é a Seção (Section Plane), que possibilita a criação de planos de cortes de sua modelagem com poucos cliques, e que também podem ser utilizadas posteriormente no LayOut.

  • Apresentação de projetos para clientes

Finalizando, uma das etapas mais importantes do processo projetual: a apresentação do projeto ao seu cliente – quem tem a palavra final no que vai ser realizado, mas que geralmente é um leigo na área e pode não conseguir fazer uma leitura correta de projetos nos moldes tradicionais, como o padrão utilizado nos Projetos Executivos (representação 2D) –.

Assim, deve-se dar uma atenção especial para esta fase, criando um material de fácil entendimento e com um melhor acabamento artístico. Isso não significa que você terá que refazer todo o trabalho e nem que é muito complexo. Então vamos a algumas dicas legais para você ter um resultado final mais profissional e deixar seu cliente muito feliz:

  • Quer dar mais personalidade a seus projetos? O Estilos (Styles) é uma ferramenta que permite alterar a aparência do seu projeto no SketchUp, podendo, por exemplo, aplicar um estilo de croqui, que fará com que a imagem pareça que foi desenhada a mão. Você pode utilizar estilos prontos, edita-los ou até mesmo criar seus próprios estilos (utilizando o programa Style Builder, que assim como o LayOut, é parte da instalação do SketchUp Pro)!

O SketchUp já vem com vários estilos disponíveis, mas você pode também baixar estilos criados por outros usuários do SketchUp. Os sites SketchUcation e SketchUpARTISTS têm ótimas coleções de estilos para download gratuito!

  • Outra função nativa do SketchUp, muito útil nesta etapa, é a criação de cenas ao qual lhe permite salvar diversas configurações feitas no seu projeto, tais como a posição da câmera, a exibição ou não de determinadas camadas (Layers), o horário (posição do Sol), o estilo, entre outras. Você poderá visualizar as cenas uma a uma, em forma de animação dentro do próprio SketchUp, mas há a possibilidade de exportar as cenas criadas em vídeo para utilizar em meios de publicidade ou apenas visualização pessoal. Estas cenas também são muito úteis para a utilização no LayOut, onde todas as configurações feitas no SketchUp estarão disponíveis.

Além da opção de apresentar o projeto para o cliente diretamente dentro do SketchUp ou por meio de vídeo, gerado a partir da animação das cenas, podemos exportar imagens do projeto ou também criar uma bela apresentação no LayOut, repleta de informações e bem ilustrada, com todas as configurações criadas em suas cenas!

Matéria para a Revista SketchUp Brasil – 02 – Clique aqui para ver a revista completa!

Autor: Daniel Riglione Reple
Categoria: Áreas Abrangidas pelo SketchUp
Data: junho 7, 2017
Comentários:

Desculpe, nenhum post encontrado com estes critérios.

Deixe uma resposta

Você precisa estar logado para comentar.