Projetos concluídos

Cantino do Elefante – Outdoor – Kerkythea

Este tópico contém respostas, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Maurício Camargo 7 anos, 10 meses atrás.

  • Autor
     |  290 Views Posts
  • #17851

    Olá SketchUpers
    Depois de muito trabalho ainda assim as coisas não saem como esperado, mas cresce-se muito.
    Mechendo com AutoCAD, SketchUp, Kerkythea, e Gimp esses são meus resultados.
    Espero que Gostem

  • #17893

    Bem legal..
    não sou muito conhecedor do kerkhy, então não posso dar muitas dicas do render…..
    Mas com relação ao projeto ficou bem legal…..só o que eu mudaria é o poste que achei meio “reto” e alguns rpcs que ficaram meio artificiais….
    …..
    mas em geral ficou muito bom…..
    …….
    abraços………

  • #17952

    Obrigado Nandim
    Estou me saindo bem, elogios fazem bem né rsrsrs
    Olha o poste foi minha melhor opção na hora
    Uma pergunta o que vem a ser rpcs?
    Como disse os resultados almejados não são achados sempre, se farejar em minha imagens tem muitas “Macas”
    Abraços a todos

  • #17967

    rapaz..
    rpc são essas pessoas que vc colocou no projeto “tipo de papel”……
    e também tem a vegetação……são muito usados pois pesam quase nada no projeto e dão uma “vida” na cena……..
    ……
    a dica que dou, até na 3dwarehouse dá pra encontrar uns com mais realismo…ou então dá uma caçada no google e no próprio fórum que o pessoal já citou uns sites com uns bons….
    ……
    espero ter ajudado…
    ……
    abraço…….

  • #17971

    resultado ficou interessante…

    eu so perderia um pouco mais de tempo no entorno, sei que é chato, mas daria uma “caprichada” por que fica mais interessante o resultado.

    parabens

  • #17999

    É isso aí Joshen..belo trabalho!

    Todas as observações feitas pelos colegas acima são mto boas e trariam mais realismo à sua cena com pequenos toques. O ideal é colocar os rpcs no PS e caso for colocar no skp..opte pelos 3D principalmente qando a visão for tomada assim de cima…acho q no geral ficou muito legal..só faltou realmente a pós produção trocando o fundo etc.

    Eu no seu lugar desceria a câmera, pq a vista de cima dificulta muito a pós produção e vc ta enquadrando muito o entrorno q nao tem nada..e o q nao tem nada a gente tem q esconder e renderizaria sem pessoas e sem vegetação…e colocaria isso tudo no ps.

    Pra mim, a imagem principal teria q ser a primeira das imagens pequenas q vc colocou..mas colocando o carro bem mais pro lado pra nao ficar na frente da casa.

    abraços!

  • #18149

    Olá Nandim
    Olá Barsa
    Olá Prof. Maurício
    Olá SketchUp Brasil
    Nandim, não sabia o que era rpc, aos rpcs eu chamava de imagens 2D no SketchUp, o que não deixa de ser né? rsrs
    Na verdade procurei por alguns melhores, mas não havia achado agora que fiquei despertado consegui alguns bons.

    Barsa, pós-produção é uma nova actividade pra mim, eu não manjo de Photoshop, o pouco que sei do Gimp resume-se nas imagens aí no Outdoor

    Prof Maurício, obrigado pela força, um elogio vindo do senhor me deixa alegre.
    Prof. estou tentando fazer cenas melhores do que essas, os backgrounds são dor de cabeças pra mim e quanto as vistas câmaras, são detalhes que nunca havia pesquisado, minhas melhores opções foram essas. Obrigado pelas dicas, abraços e sucessos

  • #18170

    Opa, bacana… é que não conheço esse software ai direito…

    Como eu uso artlantis, e com artlantis a pós-produção quase não existe, vc faz tudo nele direto, achei que nesse ai fosse assim tb, mas enfim…

    é isso ae 😉

  • #18173

    Olá Barsa
    Até dá para fazer tudo no Kerkythea, o renderizador pelo que eu sei é muito bom,mas se não sebes usa-lo, para nada serve ne!?
    Ter dominio de modelagem facilita muito o render, enquadrar um background bom no sketchup é um bicho de 7 cabeças pra mim ainda, e como consequencia, o render fica do jeito que tenho nas imagens.
    Mas como disse o prof Mauricio, a alternativa é renderizar sem a vegetação, pessoas e beckground e botar isso mais tarde no processo de pos-produção, coisa que começarei a estudar.
    Abraços

  • #18183

    ja testou artlantis?

    nenhum desses problemas vc teria, tanto de enquadrar, como de vegetação e muito menos de pos producao o.o

    fica ai a dica =D

  • #18195

    Barsa,

    Enquadramento e pós produção são coisas feitas pelo profissional independe de software de render… Qualquer imagem seja qual for o renderizador, depende de pós produção, em qualquer Grande Escritório que produz imagem 3D, para trabalhar precisa saber photoshop…já usei o artlantis e me desculpe mas sua informação está equivocada….nenhum software faz enquadramento sozinho….o Kerkythea tbm tem vegetações próprias, mas é melhor que se coloque em photoshop, o arquivo fica mais leve e o render mais rápido.

    Uma boa imagem 3D renderizada seja qual for os softwares, precisa das 3 Etapas:

    – Boa Modelagem;
    – Boa Renderização;
    – Boa pós produção.

    Se faltar uma dessas 3 etapas, a imagem renderizada não estará completa.

    Abraços.

  • #18200

    Oi…

    Sim, concordo… vc tem razão…

    mas depende muito do objetivo…

    Realmente imagens comerciais e escritórios de imagem pode até ser que exista esse procedimento…

    Mas sempre que me refiro a coisas aqui pelo forum, eu digo sempre em referencia, a escritorio de arquitetura e imagens ilustrativas que mostram oq é preciso mostrar… que é o edifício… gramas, arvores e fundo são meros detalhes que não devem tomar tempo, e sim, faço todas minhas imagens sem se quer abrir o photoshop… =D

    E sim, escolhi o artlantis por que faço isso tudo que falou nele sim, sempre achei um absurdo ter que renderizar e perder tempo depois em photoshop, 2 trabalhos… e por isso não suporto vray… sem preview e exige pos produção… inviável pra escritorio…
    chego a perder um funcionário mais de meio período usando vray no escritório, com artlantis jamais passa de meio período…

    sou contra a todo esse tipo de trabalho em imagens, e sempre vou defender a imagem rápida, que se perde pouco tempo e se faz no dia a dia do escritório… “sem ter que contratar essas tal empresas de imagem caríssimas”

    Essas 3 etapas, bem… se vc defende e acha isso importante, tranquilo,
    mas isso é válido apenas, talvez para marketing, publicidade, design e por ai vai…

    Pra arquitetura, isso é totalmente inviável e fora de propósito, pois ultrapassa completamente o custo benefício de um dia a dia de escritório… por que simplesmente isso toma muito tempo e dinheiro, e existem muitas maneiras de se atingir o objetivo principal de uma apresentação arquitetônica, sem tentativas de se reproduzir uma máquina fotográfica…

    Já contratei varios que usavam vray no escritorio, e sempre, em todos, eu tinha que insistir, meu filho, esquece a grama, não importa, meu cliente ta pouco se lixando pra grama, ele sabe oq é grama, não preciso mostrar pra ele isso.
    E ter o trabalho em um software, renderizar pra ter trabalho de usar outro software depois, impossível… gastar dinheiro comprando photoshop, inviável… só de compra de software eu economizo 1000 dólares por máquina. Fora o tempo de produção.
    Ou seja, sempre tinha que treinar o pessoal pra aprender onde e como deviam perder o tempo que eu estava pagando…

    Com isso reduzo drasticamente o custo de produção, tempo, e todas eu consigo o objetivo principal de apresentar a edificação…

    enfim… dei a sugestão por que faço assim, fiz estudos, desenvolvi pesquisas todas a respeito de custo benefício… e tenho fila de espera por serviços que presto, pois atinjo o objetivo com um custo muito mas muito inferior, por que desenvolvo em pouco tempo, e com isso o custo cai… diferente de outros lugares que se vc quer em menos tempo, vc paga mais ainda.

    Agora se a pessoa trabalha em uma empresa de venda de imagens, aí é uma outra coisa completamente diferente, e sim vc vai ai ter que perder tempo com todas essas detalhes que envolvem essa tal imitação de maquina fotográfica…

    é isso, mantenho minha indicação, caso seu objetivo seja esses que falei no texto, se for outro objetivo, ai vc deve seguir os conselhos de outros colegas 😉

  • #18211

    Oi Barsa,

    Você está coberto de razão quando diz que temos q ser rápidos e é inviável perder mto tempo em 1 projeto…imitar máquina fotográfica com certeza o cliente não paga por isso..para Arquitetura torna-se completamente inviável.

    Justamente por isso uso o Kerkythea..ele é bem parecido com o artlantis na edição de metrial e no tempo de render, mas acho o kerkythea mais prático pra editar e eu consegui resultados melhores com ele…mas o artlantis é um ótimo renderizador…mas a gente precisa escolher aquele q a gente se identifica mais e que supra nossa necessidade real de trabalho e com o Kerkythea meus render não passam de 10 minutos e ele tem ferramentas de integração com o photoshop as quais a gente só precisa dar 2 cliques pra trocar um fundo..ajustar perspectiva etc…Sempre opto pela praticidade, pois o meu volume de trabalho é grande.

    Não sei se vc já usou o photoshop, mas ele traz benefícios com relaçao ao tempo..pois certos efeitos é muito mais rápido fazer no photoshop do q no próprio render seja ele qual for. E por falar em valores…o kerkythea é totalmente gratuito. Infelizmente o Joshen por morar em Angola, está com dificuldades em ver uma forma de eu enviar o curso pra ele, e com certeza ele trocaria esse fundo e melhoraria o enquadramento com 2 cliques dentro do photoshop usando as ferramentas de integração Kerkythea + photoshop.

    Barsa, teu raciocínio com relação à viabilidade de uma apresentação de projetos para arquitetura é perfeito e pode ter certeza que o Kerkythea vai de encontro a ele…uma vez que o joshen já tem um bom domínio deste renderizador, pular para outro só para aplicar alguma outra coisa seria um equívoco, pois o q ele já usa tem suporte a tudo isso, mas infelizmente ele por morar em outro país não está tendo acesso ao aprendizado.

    Grande abraço.

  • #18308

    Obrigado pessoal
    Um aprendizado enorme adquiro a cada dia
    Quando rodeado de profissionais temos a vantagem e a oportunidade de crescer.
    Obrigado barsa, obrigado prof:Maurício
    Não decepcionarei nenhum de vocês.
    Sucessos para os dois
    Abraços

  • #18312

    Aproveitando a discussão, mesmo sendo dentro do post do Joshen, mas ela é de muita importância.
    Na minha opinião softer bom é aquele que sabe usar, pelos comentários acima, a premissa é verdadeira.
    Outro aspecto é, qual a finalidade?, qual o propósito de meu trabalho?
    Chegando a esta questão, você usará apenas o(s) softer(s) que lhe dará(ão) o resulatdo esperado.
    No meu caso em particular eu presiso apenas do SketchUp.
    O resto é mero interesse de conhecimento e quem sabe um dia possa vir a utilizar por prazer.
    O arq. Edson Mafuz, amigo que troco informações sobre Sketchup, usa o Podium, e ele tira deste render a qualidade que ele precisa para seus trabalhos, que por sinal são exelentes.

  • #18331

    Concordo plenamente padão,

    Programa bom é aquele que a gente domina e se identifica … muita coisa a gente aprende por realização pessoal, pois o cliente muitas vzs nem percebe e o q não é percebido não é pago.

    Acho muito importante essa discussão de como se posicionar diante de um projeto, pq o profissional precisa balancear qualidade x tempo e o mais importante realmente é o fator finalidade.

    Grande abraço.

Você deve fazer login para responder a este tópico.